TESTE

Blog

HomeNotícias e DicasPreparações: atendimento urgente ou emergencial, qual a diferença?

Preparações: atendimento urgente ou emergencial, qual a diferença?

Quando planejamos a gestação, a preparação se torna primordial, nós já falamos aqui sobre O que levar na mala da maternidade e Regras para partos em planos de saúde, mas você sabe qual a diferença entre urgência e emergência na gestação? Separamos as maiores dúvidas e exemplos para a preparação começar!

Primeiro, vamos as diferenças entre cada um:

Urgência
Durante a gravidez diversas complicações podem surgir, elas afetam tanto a mulher como o feto, entre os problemas estão: diabetes, sangramentos, descolamento da placenta, entre outros. Os atendimento na urgência são feitos exatamente por situações resultantes de complicações gestacionais ou acidentes pessoais (quedas etc).

 

Emergência
O atendimento é feito caso há risco de vida iminente ou lesões não reparáveis.

 

Sintomas de Urgência ou Emergência
Apenas um especialista da área poderá avaliar a paciente para dizer se é uma urgência ou emergência, por isso listamos alguns sintomas que indicam a necessidade de procurar ajuda médica: alteração repentina na frequência cardíaca, dificuldade para respirar, desmaios, convulsões, hemorragias, perda de consciência, sangramento, contrações intensas, infecções generalizadas e vômitos incontroláveis.

 

Carências relacionadas à emergência ou urgência
Todos os contratos, mesmo aqueles que possuem carências, devem ser resguardados integralmente a partir das primeiras 24h de vigência do contrato, quando a solicitação é proveniente de acidentes pessoais. Em outros casos, a gestante terá direito ao atendimento sem custos adicionais apenas durante as primeiras 12 horas em que estiver no pronto-atendimento. Isso significa que o plano de saúde não cobrirá as despesas se for necessário qualquer outro tipo de assistência relacionada aos recursos exclusivos de uma cobertura hospitalar. Caso isso aconteça e a gestante não tenha condições de custear os procedimentos, o plano de saúde será responsável por levá-la a um hospital da rede pública (isso é o que as operadoras chamam de “remoção”). Isto é, além de disponibilizar uma ambulância para transporte, a mesma deverá conter todos os equipamentos para garantir que o paciente esteja seguro.Pode acontecer de o paciente (ou seus responsáveis) optarem pelo atendimento em outro hospital particular (seja ele do plano ou não). Neste caso, a operadora não será responsável pela transferência.

 

Recursos exclusivos da cobertura hospitalar
Este item inclui a utilização da estrutura do hospital por mais de 12 horas e para internações em geral (leito, UTI). Em período de carência a utilização dos recursos exclusivos da cobertura hospitalar serão permitidos apenas para casos de acidentes pessoais.

 

 

Procedimentos que necessitam recursos exclusivos da cobertura hospitalar
Os procedimentos relacionados à gestação que necessitam de recursos exclusivos de uma cobertura hospitalar incluem o parto (cesárea ou normal), curetagem após aborto, cerclagem do colo do útero (procedimento para manter o útero fechado até o fim da gravidez), cirurgia para gravidez anormal, tratamento de intercorrências clínicas da gestação.
E agora, se sente preparada para a gestação? Conte com a Camp-Med Saúde para maiores informações sobre os planos!

 

 

Ligue para (19) 3243-8114
rçamento online https://campmedsaude.com.br/orcamento-online/
Ou mande um e-mail para comercial@campmedsaude.com.br

Written by

The author didnt add any Information to his profile yet

Leave a Comment

Pesquisa