TESTE

Authoradmin

HomeArticles Posted by admin (Page 6)

SUS e Plano de Saúde | Entenda as diferenças

1. Agilidade para marcação de consultas: Basta escolher o médico em seu guia deRede Credenciado, ligar e agendar, sem complicações.

2. Facilidade no agendamento de exames: Com a guia do exame em mãos o beneficiário já pode agendar seu exame e não precisa esperar períodos muito longos como no sistema público.

3. Flexibilidade de local e horário: você escolhe o médico com o qual quer passar e qual a melhor data e horário para você.

4. Certeza de atendimento: as operadoras de saúde possuem hospitais próprios e conveniados que garantirão o acesso fácil e rápido e um atendimento de qualidade.

5.Qualidade de atendimento: A qualidade é um fator tão importante quanto o próprio atendimento, pois não adianta ter a oportunidade de receber um tratamento se este não apresentar boas condições. Para quem tem um plano de saúde, o atendimento nunca será motivo de preocupação ou revolta, pois as maiores operadoras do país possuem convênio com grandes hospitais e centenas de médicos credenciados em todo o Brasil. Por isso, os usuários podem aproveitar também o melhor atendimento hospitalar quando necessitarem.

Continue a ler

10 dicas de como aproveitar melhor seu plano de saúde

1ª. Mantenha o cartão do seu plano de saúde sempre com você, pois irá precisar para se consultar, realizar exames e até mesmo para ser atendido em casos de urgência e emergência. Por isso carregue-o com você e oriente que seus dependentes façam o mesmo.

2ª. Evite o atraso no pagamento de seu boleto do plano de saúde, para que seu atendimento não venha a ser suspenso ou até mesmo cancelado.

3ª. Ligue sempre com antecedência para realizar o agendamento de consultas e exames, para que assim possa escolher a melhor data e o melhor horário para você.

4ª. Evite marcar consultas com diversos médicos para tratar um mesmo problema. Caso não saiba qual a especialidade mais adequada para acompanhá-lo, o ideal é que agende uma consulta com um clínico geral e ele te encaminhará para um especialista se for necessário.

5ª. Só vá até um hospital ou Pronto Socorro se realmente for uma emergência. São locais que costumam ter uma grande concentração de pessoas com vários tipos de doenças, não são ambientes saudáveis.

6ª. Sempre siga corretamente as recomendações de seu médico, isso evita a necessidade de repetir exames e, mais importante, traz resultados mas precisos.

7ª. Se mais de um especialista solicitou um Hemograma Completo na mesma época, faça o exame apenas uma vez e compartilhe com todos os médicos. Tente sempre aproveitar seus exames, assim você utiliza seu plano de forma consciente e escapa de alguns procedimentos que podem trazer desconforto.

8ª. Quando não puder ir à uma consulta agendada, desmarque-a com pelo menos 24h de antecedência, você pode estar cedendo o horário a alguém que está precisando com urgência.

9ª. Torne o contato com o médico, durante a consulta, um momento de troca de informações e esclarecimento de dúvidas que tiver sobre seus sintomas, suas preocupações, dificuldades. Lembre-se de anotar suas dúvidas e levá-las no dia da consulta para que não se esqueça de contar ao médico sobre algum sintoma, assim ele poderá lhe dar um diagnóstico mais completo.

10º.  Não troque de especialista a todo momento, pois o profissional necessita realizar um acompanhamento da evolução do tratamento para o seu bom resultado.

Continue a ler

​​​​​​​​​​​Plano de saúde | Como escolher o melhor para sua necessidade?

A saúde se tornou uma das principais preocupações do brasileiro na atualidade. Com a rede de saúde pública passando por dificuldades, os planos de saúde da rede privada se tornaram a melhor opção para aqueles que procuram melhor qualidade de vida para si mesmo, família ou funcionários.

Mas em meio a tantas operadoras oferecendo diversas opções de planos de saúde, reunimos cinco dicas que podem te ajudar a decidir qual é o melhor plano de saúde.

1. Qual é o fator mais determinante para você?
Em primeiro lugar, é preciso saber qual fator tem mais peso na sua tomada de decisão. O orçamento está apertado? Então as opções mais baratas que devem ser analisadas. Quer ter cobertura para qualquer eventualidade? Então os planos premium são a melhor opção, porém possuem uma faixa de preço mais elevada.
Resumindo, primeiro é preciso entender o que você mais espera que o plano de saúde te atenda, para depois analisar as opções que se enquadram nesse cenário.

2. Para quem é o plano de saúde?
O plano de saúde é só pra você, toda sua família ou para os funcionários da sua empresa? Com o mercado de saúde privada aquecido, é possível depararmos com diversas opções de planos de saúde para cada grupo de pessoas. Planos individuais, Planos familiares, planos empresariais, ou ainda planos coletivos por adesão (para uma determinada entidade de classe ou profissão) são as opções que podemos encontrar na hora de cotar um plano de saúde.

3. Essa operadora é confiável?
O Brasil tem como órgão regulamentador no setor a ANS. No site da agência é possível encontrar diversos dados interessantes sobre as operadoras que atuam no mercado, como: se elas estão com o registro ativo na ANS, seu número de reclamações, taxas de partos cesáreos e ainda quais operadoras estão em regime Especial de Liquidação ou Falência.

4. Pesquise a rede de atendimento
De nada adianta contratar um plano de saúde onde o hospital mais próximo da rede credenciada fique do outro lado da cidade ou até mesmo em outro município. Pesquise com a operadora qual o hospital mais próximo de você, ou ainda, se tem preferência por algum hospital específico, veja quais operadoras ele atende e contrate uma dessas opções.

5. Onde pesquisar os melhores planos e preços?
Com a internet é possível fazer todas as cotações dos planos de saúde de forma online, sem sair de casa. Preenchendo um simples cadastro você terá atendimento personalizado de um corretor especializado, que te auxiliará no processo de escolher o melhor plano de saúde para suas necessidades. Preencha o cadastro ao lado e iremos atendê-lo.

Continue a ler

Carência Plano de Saúde, Dicas Para Trocar

É possível trocar de plano de saúde sem cumprir carência ou cobertura parcial temporária no plano novo. Confira em quais casos isso pode acontecer, carência plano de saúde.

Portabilidade de Carências

É a possibilidade de contratar um plano de saúde, dentro da mesma operadora ou com uma operadora diferente, e ficar dispensado de cumprir novos períodos de carência ou de cobertura parcial temporária exigíveis e já cumpridos no plano de origem. Essa possibilidade vigora para os planos individuais e familiares e para os planos coletivos por adesão, contratados a partir de 02/01/1999.

Portabilidade Especial

 

Independentemente do tipo de plano de saúde e da data da assinatura do contrato, a portabilidade especial de carências pode ser utilizada em três casos:

• Por beneficiário de operadora que tenha seu registro cancelado pela ANS ou que esteja em processo de Liquidação Extrajudicial (falência). O prazo de 60 dias para exercício da portabilidade começa a contar a partir da data de publicação de Resolução Operacional da ANS no Diário Oficial da União.

• Por dependente que perdeu seu vínculo com o plano, seja por falecimento do titular, ou em decorrência de perda da condição para continuar no plano como dependente. O prazo é de 60 dias a partir da data de falecimento do titular, ou da extinção do vínculo.

• Por ex-empregado demitido ou exonerado sem justa causa ou aposentado durante o período de manutenção da condição de beneficiário garantida pelos artigos 30 e 31 da Lei 9.656/98. Nesse caso, a portabilidade deve ser requerida entre o primeiro dia do mês de aniversário do contrato e o último dia útil do terceiro mês subsequente ou no prazo de 60 dias antes do término do período de manutenção da condição de beneficiário.

Portabilidade extraordinária

 

A portabilidade extraordinária é decretada em situações excepcionais, quando há necessidade de intervenção regulatória para garantir opções ao beneficiário, como, por exemplo, nos casos em que os planos disponíveis no mercado são insuficientes ou incompatíveis com o plano de origem. O prazo para a troca de operadora é de 60 dias.

Migração

Se você é beneficiário de um plano de saúde individual ou familiar ou coletivo por adesão (contratado por entidade de classe profissional ou cooperativa para pessoas a ela vinculados, com ou sem seus respectivos grupos familiares) contratado até 1º de janeiro de 1999 e gostaria de trocá-lo por outro plano de saúde, vendido pela mesma empresa, que já esteja de acordo com Lei nº 9.656 de 1998, a migração é o que você deseja.

Adaptação

Se você é beneficiário de um plano de saúde individual ou familiar ou coletivo por adesão contratado até 1º de janeiro de 1999 e deseja alterar apenas algumas características do seu plano de saúde, continuando no mesmo plano, para que ele seja adaptado à Lei nº 9.656 de 1998 e você possa contar com as garantias dessa lei, a adaptação é a solução para o que você procura – nesse caso, é possível que você passe a pagar um pouco mais pelo plano de saúde (até 20,59% a mais).

Nesse caso, basta que o responsável pelo contrato (beneficiário titular de um plano individual/familiar ou a pessoa jurídica contratante) negocie diretamente com a operadora que vende e administra o seu plano de saúde. O mesmo contrato será mantido, apenas com as alterações necessárias.

Ingresso em plano coletivo empresarial

 

Se você pedir para ingressar em um plano coletivo empresarial, contratado por uma empresa ou instituição para seus funcionários, com ou sem seus respectivos grupos familiares, com mais de 30 (trinta) beneficiários em até trinta dias da celebração do contrato coletivo ou de sua vinculação à pessoa jurídica contratante, não poderá ser exigido o cumprimento de carência.

Ingresso em plano coletivo por adesão

 

Se você ingressar em um plano coletivo por adesão, contratado por entidade de classe profissional ou cooperativa para pessoas a ela vinculados, com ou sem seus respectivos grupos familiares, em até trinta dias da assinatura do contrato pela entidade ou cooperativa, não poderá ser exigido o cumprimento de prazos de carência. Além disso, você também ficará isento de carência se ingressar no aniversário do contrato, desde que você tenha se vinculado à entidade ou cooperativa após o aniversário e a proposta de adesão seja formalizada até trinta dias da data de aniversário do contrato.

Ainda tenho dúvidas. Com quem posso conversar mais sobre planos de saúde?

Você pode entrar em contato com a nossa equipe nos telefones e endereços abaixo:

www.campmed.com.br

 

Solicite um orçamento já!

Facebook: Camp-Med Saúde

19 3243-8114 / 3388-1271
99790-6271 Vivo
98300-7640 Tim
99113-0906 Claro
98869-1762 Oi
99720-2296 Whatsapp

Rua Costa Aguiar, 98 – Sala 35 – CEP 13010-060 – Centro – Campinas/SP

Continue a ler

Microempreendedor Pode Fazer Plano Empresarial?

Microempreendedor individual pode ter plano empresarial mais barato. Caso o empreendedor faça a opção pelo plano empresarial, é preciso ficar atento às exigências das operadoras. Algumas pedem um número mínimo de vidas seguradas para fechar o contrato, que costuma ser acima de duas pessoas.

Vale muito a pena fazer um Plano empresarial, por isso à consultoria de um corretor especializado é muito importante nessa hora.

Os planos de saúde para MEI seguem as mesmas regras de todos os planos empresariais: a lei delimita quem pode e quem não pode entrar no plano; as carências devem ser reduzidas em planos com 30 vidas ou mais seguradas e é possível acrescentar e excluir vidas seguradas a qualquer tempo.

Pesquisar o plano de saúde adequado para a empresa é o primeiro passo para a contratação. Temos ferramentas para auxiliar melhor na escolha do plano mais indicado para cada empresa. Você pode entrar em contato com a nossa equipe nos telefones e acessos abaixo:

www.campmed.com.br

Facebook: Camp-Med Saúde

19 3243-8114 / 3388-1271
99790-6271 Vivo
98300-7640 Tim
99113-0906 Claro
98869-1762 Oi
99720-2296 Whatsapp

Rua Costa Aguiar, 98 – Sala 35 – CEP 13010-060 – Centro – Campinas/SP

Continue a ler

O Que o Seu Plano Médico Deve Cobrir?

Fique atento para o que o seu plano médico deve cobrir, em que estabelecimentos, durante que período e em que localidades do Brasil.

Consultas, exames e tratamentos.

A ANS define uma lista de consultas, exames e tratamentos, denominada Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, que os planos de saúde são obrigados a oferecer, conforme cada tipo de plano de saúde – ambulatorial, hospitalar com ou sem obstetrícia, referência ou odontológico.

Essa lista é válida para os planos contratados a partir de 02 de janeiro de 1999, os chamados planos novos. É válida também para os planos contratados antes dessa data, mas somente para aqueles que foram adaptados à Lei dos Planos de Saúde. Antes de verificar se você tem direito a um procedimento, não deixe de checar qual o tipo de plano de saúde você tem.

Hospitais, laboratórios e médicos do seu plano médico.

Você deve notar dois pontos principais sobre a rede de hospitais, laboratórios e médicos conveniados ao seu plano médico.

O primeiro ponto é que nem todo plano médico têm direito à internação hospitalar. Os planos que dão direito à internação hospitalar são os de tipo hospitalar com obstetrícia, hospitalar sem obstetrícia ou plano referência. Veja no seu contrato qual é o tipo do seu plano.

O segundo ponto é a rede credenciada que seu plano médico cobre. Avalie bem na hora de contratar o plano de saúde quais são os hospitais, laboratórios e médicos a que você terá direito pelo seu plano. Especificamente sobre os hospitais, fique atento: sua operadora de plano de saúde só poderá descredenciá-los em caráter excepcional. Nesses casos, é obrigatório substituir o hospital descredenciado do plano por outro equivalente e comunicar essa mudança ao consumidor e à ANS com 30 dias de antecedência, exceto nos casos de fraude ou infração sanitária ou fiscal por parte do hospital retirado do convênio. Caso a operadora opte por descredenciar um hospital sem substituí-lo por outro equivalente, só poderá efetivar e comunicar a redução da rede hospitalar aos beneficiários após autorização da ANS.

Cobertura a órteses e próteses

 

Em contratos não regulamentados pela Lei nº 9.656, de 1998, é frequente haver exclusão de cobertura a órteses e próteses.

Órtese é todo dispositivo permanente ou transitório, utilizado para auxiliar as funções de um membro, órgão ou tecido, evitando deformidades ou sua progressão e/ou compensando insuficiências funcionais.

Prótese é todo dispositivo permanente ou transitório que substitui total ou parcialmente um membro, órgão ou tecido.

A Câmara Técnica de Implantes da Associação Médica Brasileira, da qual a ANS participa, realizou o trabalho de classificação destes materiais.
Nos planos regulamentados pela Lei nº 9.656, de 1998 é obrigatória a cobertura às próteses, órteses e seus acessórios que necessitam de cirurgia para serem colocados ou retirados (materiais implantáveis). No entanto, em seu artigo 10, a mesma Lei permite a exclusão de cobertura ao fornecimento de órteses e próteses não ligadas ao ato cirúrgico (ou não implantáveis), tais como óculos, coletes ortopédicos, próteses de substituição de membros.

Em que regiões do país seu plano de saúde poderá ser utilizado

Você deve verificar no seu contrato qual a área geográfica de cobertura do seu plano médico. Ela pode ser: nacional, estadual, grupo de estados, municípios e grupo de municípios.

Você pode entrar em contato conosco e solicitar um orçamento.

www.campmedsaude.com.br

Continue a ler

Parceiro de titular de plano de saúde é dependente

Súmula Normativa nº 12 adota o entendimento que companheiro pode ser pessoa do sexo oposto ou do mesmo sexo.

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou, na edição de 5 de maio de 2010, a Súmula Normativa nº 12, que adota o seguinte entendimento:

“Para fins de aplicação à legislação de saúde suplementar, entende-se por companheiro de beneficiário titular de plano privado de assistência à saúde pessoa do sexo oposto ou do mesmo sexo”.

A decisão leva em consideração conceitos do Código Civil Brasileiro e da Constituição Federal, que em seu Art. 3º dispõe, entre os objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil,:

“IV – promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação”.
As disposições legais e constitucionais que protegem a união estável entre homem e mulher aplicam-se, por analogia, à união estável homossexual. Sendo assim, serão observados os mesmos requisitos para admissão, na qualidade de dependente, de companheiro ou companheira que comprove união estável com o titular do plano. Caberá às operadoras de planos de saúde a definição da forma de comprovação a ser apresentada pelos interessados.

Continue a ler

Plano de Saúde Para Terceira Idade – CampMed

A terceira idade deixou de ter pessoas idosas e muito doentes em fase terminal já faz algum tempo. Hoje, a terceira idade também é conhecida como a melhor idade porque nessa fase a pessoa já trabalhou criou a família e está no momento de aproveitar a vida sem preocupações. E um plano de saúde para terceira idade é muito importante.

Isso só tem sido possível porque a qualidade de vida das pessoas com mais de 60 anos tem melhorado muito nos últimos tempos. Esse fato se deve aos avanços nas áreas de saneamento, saúde e tecnologia que atuando em conjunto tem propiciado bons resultados.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), nos últimos 30 anos a expectativa de vida aumentos mais de 11 anos, ultrapassando os 73 anos de idade. Por conta disso a população com mais de 60 anos já ultrapassa 18 milhões de pessoas no Brasil, o que corresponde a mais de 10% da população do país.

Para que esse número se mantenha e continue a crescer, é preciso continuar se investindo em áreas específicas e fazer com que o população tenha acesso a saúde de qualidade. Pensando nisso, muitas operadoras de saúde se especializaram para oferecer Plano de Saúde para terceira idade e atender esse nicho que preciso de cuidados tão específicos.

Como é o plano de saúde para terceira idade

A partir dos 60 anos, a saúde começa a ficar mais debilitada e, por isso, exige mais cuidados. A visita ao médico fica mais constante assim como a rotina com exames, porém depender da saúde pública no Brasil pode ser demorada e como alternativa existem os Planos de Saúde para terceira idade.

Esses planos têm como objetivo atingir esse público específico e que necessita de atendimento especial, tanto que a maior parte das operadoras de plano de saúde trabalha com faixas etárias. Assim elas conseguem segmentar seu público e direcionar o tratamento mais adequado.

O plano de Saúde para terceira idade costuma ser mais completo, incluindo atendimento específico com geriatras e exames que nem sempre são direcionados a outras faixas etárias.

Em contrapartida, por oferecer uma gama maior de serviço e por ser bastante utilizado pelo beneficiário, o plano de saúde para terceira idade costuma ter o valor bem mais alto quando comparado a um plano de uma pessoa jovem, sendo que o valor pode ser o dobro muitas vezes. Mas mesmo com os custos elevados, o custo benefício acaba sendo vantajoso e isso cada vez mais tem atraído novos clientes.

Mas mesmo assim as empresas tem se especializado em plano de saúde para terceira idade e algumas atuam somente com esse público. Por conta dessa segmentação os resultados vêm se mostrando satisfatórios e os valores também, uma vez que não existe mais divisão por faixa etária após os 59 anos, somente o reajuste anual.

Algumas operadoras de plano de saúde para terceira idade na primeira consulta realizam alguns exames padrão que permitirão acompanhar o paciente e elaborar um programa preventivo e de monitoramento específica a cada paciente, reduzindo assim as chances de doenças. Porém, deve se atentar a esse fato, pois algumas operadoras usam esses exames como forma de recusar o cliente. Por isso, antes é bom buscar referências da empresa.

Além disso, o plano de saúde para terceira idade costuma ter como benefício outros serviços, como palestras para manter uma vida saudável e programas específicos que visam melhorar a qualidade de vida. Isso tem feito que a aprovação desse público em relação ao plano de saúde para terceira idade tenha aumentando em alguns casos, chegando a atingir um índice de mais de 90% de satisfação dos clientes.

SUGESTÕES DE PLANOS DE SAÚDE PARA IDOSOS

Você pode entrar em contato com a nossa equipe nos telefones e acessos abaixo:

www.campmed.com.br

Facebook: Camp-Med Saúde

19 3243-8114 / 3388-1271
99790-6271 Vivo
98300-7640 Tim
99113-0906 Claro
98869-1762 Oi
99720-2296 Whatsapp

Rua Costa Aguiar, 98 – Sala 35 – CEP 13010-060 – Centro – Campinas/SP

 

Fonte:
http://planodesaude.net.br/plano-de-saude-para-a-terceira-idade

Continue a ler

A Importância de Analisar Um Plano de Saúde Antes De Adquiri-lo

Após refletir sobre suas necessidades e selecionar o melhor plano de saúde para você e sua família, confira informações importantes antes contratar o plano.

Como saber se o plano de saúde escolhido e a empresa que fornece esse serviço são confiáveis?

Peça à empresa que vende o plano de saúde o número de registro da operadora e do plano na ANS. Em Informações e avaliações de operadoras , você pode: conferir esses dados, conhecer o desempenho dessa operadora de planos de saúde no programa de Qualificação da ANS e a posição dela no ranking das empresas de planos de saúde que mais recebem reclamações de seus consumidores.

Meu plano de saúde é obrigado a cobrir todos os atendimentos de que eu precisar?
Não. O plano só é obrigado a oferecer as consultas, exames e tratamentos previstos no contrato. O mínimo que precisa ser oferecido pelo plano de saúde no contrato é estabelecido pela ANS conforme cada tipo de plano (ambulatorial, hospitalar com ou sem obstetrícia, referência ou odontológico). Se o seu contrato mencionar algum atendimento que não esteja na lista previsto pela ANS, o plano é obrigado a cobrir.

Como funciona o atendimento de urgência/emergência?

Depende do tipo de plano de saúde que você contratar, confira:

tabela

Assim, se o seu plano de saúde for apenas ambulatorial, o atendimento de urgência/emergência é limitado às primeiras 12 horas em unidade de pronto-socorro. Se forem necessários procedimentos médicos que exijam que você fique internado em um hospital, ainda que seja por menos de 12 horas, você não terá direito a fazer isso pelo plano de saúde. Nesse caso, caberá ao de plano de saúde transportar você da unidade de pronto-socorro credenciada ao plano para uma unidade do SUS que tenha disponibilidade para prosseguir com o tratamento.

Já para ter direito a atendimentos dentários de urgência/emergência, o plano de saúde precisa ser odontológico. Os atendimentos odontológicos definidos em lei deverão ser realizados com cobertura completa pelo plano de saúde após 24 horas do início da vigência de seu contrato. Você pode consultar estes procedimentos na cobertura mínima obrigatória definida pela ANS.

O que influencia o preço do plano de saúde?

Os serviços a que o plano de saúde dá direito. Assim, por exemplo, um plano de saúde que só inclua consultas e exames tende a ser mais barato que outro que inclua também tratamentos odontológicos e internação hospitalar. Um plano que só dê direito a atendimento na cidade em que você mora tende a ser mais barato do que um plano que permita que você seja atendido em qualquer lugar do país. Outro fator que influencia o preço de um plano de saúde é a idade: quanto mais idosa a pessoa for, maiores as chances de ela precisar usar os serviços de saúde e com mais frequência; por isso, o plano tende a ser mais caro.

Como é o reajuste das mensalidades do plano de saúde?

Os planos de saúde individuais ou familiares só podem ser reajustados de duas formas: um reajuste anual, definido pela ANS, na data de aniversário do contrato, e outro reajuste por mudança de faixa etária. Peça para a empresa que vende o plano de saúde os valores das mensalidades de todas as faixas etárias para que você possa ter uma ideia desses valores. O primeiro reajuste por mudança de faixa etária é aos 19 anos; depois, de 5 em 5 anos, e o último, aos 59 anos.

A empresa pode me fazer alguma exigência na hora em que eu for comprar um plano de saúde?

Você deve informar se tem alguma doença ou problema de saúde. Para isso, deve preencher uma declaração de saúde. Para ajudá-lo a preencher essa declaração, a empresa pode indicar um médico, sem qualquer custo para você. Se preferir ser orientado por um médico de sua escolha, você pode fazê-lo, desde que assuma o custo dessa orientação. A empresa pode ainda solicitar que você faça uma perícia médica. O custo dessa perícia é pago pela empresa que vende o plano e não por você. Fique atento: a empresa não pode cobrar nenhuma taxa de adesão ao plano, ela só pode cobrar o valor da mensalidade.

Se eu tiver alguma doença, a empresa pode se recusar a me vender o plano de saúde?

Não, em nenhuma situação ela pode recusar um cliente. Mas se você declarar que tem alguma doença no momento de contratar o plano, a empresa pode oferecer duas alternativas: por até dois anos suspender o atendimento de alguns procedimentos relacionados à doença que você declarou ou fazer um acréscimo no valor da mensalidade para que você tenha direito a todos os atendimentos, inclusive os relacionados a essa doença.

Depois que eu comprar um plano de saúde, a empresa pode cancelar o contrato que assinamos?

Ela só pode cancelar o contrato em caso de fraude (como deixar de declarar uma doença ou “emprestar” a carteirinha para outra pessoa, por exemplo) ou de não pagamento da mensalidade por dois meses, consecutivos ou não. Nos casos de cancelamento do contrato por não pagamento da mensalidade, a empresa é obrigada a avisá-lo 10 dias antes do cancelamento.

Quanto tempo depois que comprar eu posso usar o plano de saúde?

Confira período de utilização do plano e carências.

Eu posso sair do plano de saúde a qualquer momento?

Pode, mas não se esqueça de que ao sair de um plano de saúde e comprar outro, em menos de dois anos, você precisa cumprir novo tempo de carência.

Ainda tenho dúvidas. Com quem posso conversar mais sobre planos de saúde?

Você pode entrar em contato com a nossa equipe nos telefones e acessos abaixo:

 

Ou solicitar um orçamento aqui Plano de Saúde Preços.

www.campmed.com.br

Facebook: Camp-Med Saúde

19 3243-8114 / 3388-1271
99790-6271 Vivo
98300-7640 Tim
99113-0906 Claro
98869-1762 Oi
99720-2296 Whatsapp

Rua Costa Aguiar, 98 – Sala 35 – CEP 13010-060 – Centro – Campinas/SP

Continue a ler

Pesquisa