TESTE

Authoradmin

HomeArticles Posted by admin

Surto de Sarampo – Saiba como se prevenir

Surto de Sarampo – Saiba como se prevenir

Este ano, mas precisamente nos últimos meses, o sarampo tem se espalhado e os casos tem aumentado continuamente no estado de São Paulo. De acordo com o último balanço da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado na quarta-feira, 18 de setembro, o número de casos confirmados de sarampo chegou a 4.229 no estado de São Paulo. Um aumento de 19,71% em relação à semana anterior. Destes, 55,7% se concentram na capital, com 2.397 casos registrados.

A faixa etária de maior incidência está em crianças entre um e dois anos de idade e a Secretária de Saúde acredita que muitos no grupo, não tomaram a segunda dose da vacina recomendada aos 15 meses.

Com o aumento dos números de ocorrências, o Ministério da Saúde tomou a iniciativa de fazer, durante os meses de outubro e novembro, uma campanha para imunização contra o sarampo. A primeira etapa será voltada para crianças a partir de seis meses e menores de cinco anos, que será realizada entre o dia 7 e 25 de outubro; a segunda terá com foco a faixa etária entre 20 e 29 anos, que será de 18 a 30 de novembro. O Dia D – datas de mobilização, já foram escolhidas: 19 de outubro e 30 de novembro.

 

Afinal, o que é sarampo?

O sarampo é um vírus altamente contagioso que pode ser transmitido pelo contato com o infectado, quando ele tosse, espirra, fala ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar a doença é através da vacina.

Principais sintomas do sarampo:

  • Mal-estar;
  • Febre acompanhada de tosse persistente;
  • Irritação nos olhos/conjuntivite;
  • Nariz escorrendo ou entupido;
  • Manchas vermelhas pelo rosto ou corpo;
  • Lesões na boca.
  • Esses sintomas podem aparecer em até 10 dias após a infecção. Se em torno do 3º ao 5º dia aparecer manchas vermelhas no rosto e elas
  • começarem a se espalhar pelo corpo, seguido de sintomas febris, esse é um sinal de alerta que pode indicar gravidade, principalmente se o
  • paciente for criança com menos de 5 anos de idade.

 

 

Prevenindo o Sarampo

A doença pode ser evitada através da vacinação. Os critérios de indicação de vacina são revisados periodicamente pelo Ministério da Saúde e levam em conta: idade, características clínicas da doença, ocorrência de outros surto, ter adoecido por conta do sarampo durante a vida toda, entre outros.

Existem pessoas nas quais a vacina não pode ser realizada, são elas:

  • Mulheres grávidas;
  • Pessoas com doença que afetam o sistema imunológico;
  • Pessoas que já estão com suspeitas de estar com a doença;
  • Crianças com menos de seis meses.
  • Aqueles que já tiveram sarampo não correm riscos de contrair a doença novamente. Entretanto, a vacinação ainda é recomendada, pois
  • também protege contra outras doenças como caxumba, catapora, rubéola e varicela. As vacinas estão disponíveis durante todo o ano nos
  • postos de saúde; elas fazem parte do calendário do Ministério da Saúde.

 

 

Vai fazer um viagem?

Se você está planejando uma viagem internacional, é necessário tomar a vacina com até 15 dias de antecedência. A mesma condição vale para aqueles que vêm visitar o Brasil.

O Sarampo é uma doença que na sua gravidade, pode ser fatal, levando o paciente a óbito. Por isso, é extremamente importante não ignorar a importância da vacinação orientada. Esteja sempre em alerta e preparado. Tenha um plano de saúde para emergências.

Nós encontramos o melhor plano para você. Fale conosco CLICANDO AQUI

Continue a ler

Doenças comuns em crianças na primavera

Doenças comuns em crianças na primavera

A estação responsável por trazer de volta as temperaturas mais quentes também é responsável por facilitar a transmissão de infecções respiratórias a patologias como catapora e caxumba. Confira algumas das doenças comuns na primavera e formas de mantê-las longe das crianças.

Roséola é uma doença característica de crianças entre 6 meses e 6 anos, com foco maior entre crianças com até 2 anos de idade. Essa doença pode ser percebida principalmente por uma alta febre entre 3 e 4 dias e pelo aparecimento de manchas róseas na pele. Além disso, existem outros sinais, como coriza e falta de apetite.

Essa doença pode ser causada pelo vírus do herpes humano tipo 6 e 7, que é transmitido pela saliva.

Ainda não existe um tratamento contra a roséola, então a forma mais eficiente de preveni-la é adotando bons hábitos de higiene e evitando o contato do bebê com indivíduos doentes.

Caxumba é uma doença viral que atinge a região da mandíbula. Causa dores musculares, dificuldade em mastigar ou engolir, calafrios e febre. Se não tratada pode atingir outros órgãos e sistemas.

O tratamento mais comum inclui repouso, alimentação saudável e consumo de água. Além disso, existe também a vacina de prevenção que faz parte da tetra viral.

 

Conjuntivite é uma inflamação contagiosa que causa irritabilidade nos olhos. É provocada por alergias, bactérias ou vírus e pode ser transmitida por objetos e utensílios.

O principal sinal são os olhos vermelhos com coceira. Como prevenção é importante evitar contato direto com pessoas doentes, locais fechados com grande número de pessoas quando se sabe de surtos da doença e, principalmente, por meio da vacinação incluída na tetra viral. Para tratamento depende do tipo de conjuntivite, sendo tratada com anti-histamínicos ou colírios antibióticos.

 

Escarlatina é uma doença que atinge crianças e adolescentes até os 15 anos de idade e que possui como principal sintoma febres altas. Dores do corpo, na garganta, mal-estar, vômitos e lesões na pele (primeiramente na cabeça) são sinais iniciais desta infecção. Ela é transmitida por meio do contato direto com pessoas doentes, via gotículas expelidas por meio da fala, tosse e espirro e, além disso, pelo compartilhamento de objetos.

O tratamento geralmente é realizado com antibióticos administrados por um pediatra.

Catapora é uma doença infectocontagiosa que atinge crianças abaixo de 10 anos de idade. É transmitida pelo contato direto com outra pessoa doente, seja por meio de gotículas de saliva ou por compartilhamento de objetos. Os sinais mais conhecidos são: febre, bolhas avermelhadas e lesões na pele, com foco no rosto e no tronco.

É uma doença sem grandes complicações e que possui vacina como prevenção e tratamento.

Lembrando que para qualquer caso o aconselhável é levar a criança para o pediatra para avaliação e medicação caso necessário. Por isso, é muito importante manter o convênio médico do seu filho em dia, caso haja algum imprevisto.

O custo do seu plano de saúde está muito alto? Nós podemos ajudá-lo a reduzi-lo. Entre em contato conosco e saiba mais.

Continue a ler

A Importância do Check-Up Para As Mulheres

Cada ciclo da vida tem suas particularidades e exige atenção especial em alguns pontos para se manter com a saúde em dia. As mulheres atravessam períodos diferentes ao longo da vida, o que requer, além dos exames ginecológicos de rotina, elas devem ficar atentas a quaisquer alterações que surjam no seu corpo. Por isso é importante realizar o check-up geral periódico, sempre é bom lembrar, principalmente a pedido médico.

Estes cuidados são básicos para precaver doenças e também para diagnosticar eventuais patologias, como o câncer de mama que aumenta as chances de realizar o tratamento com sucesso. Lembrando que varia com cada faixa etária da mulher.

Faixas etárias e seus check-ups

Jovens com menos de 20 anos, são norteadas a fazer exames laboratoriais e sorologias que incluem entre outros, hemograma completo e teste para identificar hepatite, sífilis e Aids. Ao mesmo tempo, realizam ultrassom pélvico, transvaginal e Papanicolau para averiguar a existência de clamídia, sendo analisada como uma das doenças sexualmente transmissível mais comum e uma das principais causas de infertilidade quando não tratada.

Logo, as mulheres entre 20 e 30 anos fazem todos esses testes e mais uma ultrassonografia de mamas, a partir dessa idade é muito importante começar o controle do câncer de mama.

Dentre os 31 e 40 anos, o check-up inclui ainda ultrassonografia da glândula tireoide e pesquisas para identificar o vírus HPV.

Dos 41 aos 50 anos, na bateria de exames é acrescentada a mamografia, fundamental nessa faixa etária para complementar a investigação sobre câncer de mama.

Na faixa dos 51 aos 60 anos e acima de 60 anos, o check-up contempla também a densitometria óssea, que ajuda a diagnosticar a osteoporose.

Saúde geral da mulher

O check-up feminino é uma avaliação ampla que varia de mulher para mulher, de acordo com sua fase que está sendo vivida e também tratado mediante os objetivos a serem alcançados, que sempre gira em torno da qualidade de vida e da sobrevivência da mulher.

O conceito de saúde definido pela Organização Mundial da Saúde, é um estado de completo bem-estar físico, mental e não somente a ausência de doenças. A maior parte da sociedade quando se fala de saúde e qualidade de vida se esquece, por exemplo, da saúde mental e emocional.

A atividade física também faz parte das atitudes que são necessárias para que a mulher conserve sua saúde em dia, como um todo, garantindo uma melhor qualidade de vida e maior longevidade.

No mundo contemporâneo onde desde muito jovens as mulheres assumem uma rede de compromissos entre trabalho, estudo, família e entretenimento, é comum ouvir o discurso que justifica a vida sedentária: “a falta de tempo”. Podemos ressaltar que pessoas ativas são mais autoconfiantes, menos deprimidas e estressadas, apresentam maior vigor físico resistindo mais às doenças, mantém um peso dentro da normalidade e apresentam uma pressão arterial e frequência cardíaca em níveis mais baixos que uma pessoa sedentária. Além disso, pessoa ativa tem maior volume de oxigênio pulmonar, o que facilita suportar atividades de longa duração com mais facilidade, melhora a postura e combate os maus hábitos.

Portanto, não deixe a sua saúde de lado! Mantenha seus exames de rotina e suas consultas marcadas. Essas consultas e exames podem ter um custo bem elevado para aquelas que possui um convênio médico. Por isso, é importante ter um plano de saúde para manter a mesma em dia.

Aqui nos temos os melhores planos com valores acessíveis de acordo com a sua necessidade.

 

Faça agora uma cotação.

Continue a ler

Ortopedia – O Que Devo Fazer Se Tenho Dores Frequentes Na Coluna?

A dor nas costas é um sintoma que está entre as queixas mais comuns do dia a dia da população. Esta dor pode ser leve ou mais intensa, rápida ou constante. Estima-se que todas as pessoas terão pelo menos um caso durante a vida. De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde a dor nas costas atinge cerca de 27 milhões de brasileiros.
Ela pode se acarretar na coluna vertebral, nervos, músculos ou em outras estruturas. Ou então, pode também se desenvolver em outros órgãos e se expandir para as costas, como: ovariana, infecções, infarto e outros problemas.
Fatores de risco. Existem alguns fatores que podem colocar a pessoa em maior risco, até mesmo crianças e adolescentes.

Idade: mais comum à medida que você envelhece, iniciando por volta dos 30 à 40 anos;

Levantamento de peso: usando as costas ao invés das pernas, isso pode levar a dor nas costas;

Falta de exercício: músculos fracos e sem uso;

Excesso de peso: carregar peso demais causa estresse extra nas costas;

Tabagismo: impede o corpo de fornecer nutrientes suficientes para os discos das costas.

Frequentemente, esses fatores são tratados como uma doença isolada ou apenas como incômodos na coluna. Mas, como podemos ver, eles podem ser reflexos de maus hábitos ou sinais de alguma doença mais grave.

Cuidados – Como aliviar a dor nas costas?

Existem uma série de tratamentos que podem aliviar os sintomas de dor nas costas. É muito importante conversar com seu médico sobre os riscos e antes de iniciar qualquer nova atividade ou terapia. Recomenda-se sempre ao paciente a fazer repouso e se a dor não melhorar entre 24 a 48 horas,
o ideal é procurar médico especializado.

Alongamento: Deve fazer parte da rotinas diárias, iniciar pela manhã ou no final da tarde. Até que você consiga realizar pelo menos 3 vezes ao dia, por 20 segundos cada alongamento.

Postura do pescoço: Cabeça de uma pessoa adulta pesa em média 4kg à 6kg em posição neutra. Quando a cabeça é inclinada para frente, a força do pescoço passa a ser percebida em cerca de 12kg a 18kg. Essas posturas são tomadas na maioria das vezes quando utilizamos celulares, tablets e computadores. Para evitar estes problemas é sempre importante usar estes aparelhos na altura dos olhos, mantendo os ombros relaxados e braços apoiados.

Postura para dormir: A postura para dormir influencia a qualidade do sono. Dormir bem fortalece o sistema imunológico e de forma adequada, previne dores, tensões e compressões da coluna vertebral e das articulações envolvidas.

Respiração: O simples fato de respirar profundamente colabora para melhorar as dores na coluna, sobretudo lombares. Isso porque o diafragma tem um papel importante no controle da coluna, atuando como um estabilizador. Quando respiramos pelo diafragma, exigimos não só o próprio músculo mas também músculos abdominais, peitorais e dos ombros. Todos eles ajudam a manter uma postura correta.

Auto-massagem: É uma ação de conforto massagear uma área que está sob tensão em nosso corpo. Essa é uma atitude que aumenta a circulação sanguínea, melhora a oxigenação dos músculos, diminui as dores musculares e promove relaxamento e o bem-estar.
Mesmo sendo avaliada como uma dor comum, que pode ser resolvida, existem situações em que a dor nas costas merece uma avaliação mais cuidadosa de um profissional, sendo indispensável a consulta médica. Por isso é tão importante ser precavido e ter sempre a sua disposição um convênio médico.

Clique aqui para fazer agora mesmo uma cotação e descobrir o melhor plano para você!

Continue a ler

Convênio Empresarial Tem Carência?

Convênio empresarial tem carência?


Esse tipo de dúvida é muito comum quando você vai começar a trabalhar formalmente e tem direito ao benefício de convênio médico. Essa dúvida surge muito por conta da falta de informação ao beneficiário.

Existia um período da história em que nenhum tipo de assistência médica era prestada aos trabalhadores, época em que surgiram diversas doenças e acidentes de trabalho, sem nenhum auxílio de um convênio empresarial. Já pensou? Hoje em dia, o convênio empresarial é primordial e muitas vezes decisivo da hora do trabalhador escolher uma empresa.

Se você quer saber mais como funcionam os planos de saúde empresariais, as funcionalidades que ele tem, como funciona o tempo de carência após sua contratação, se tem coberturas para procedimentos médicos, continue lendo e tirando suas dúvidas com a gente!

 

Afinal de contas, como funciona um convênio empresarial?


Os planos de saúde corporativos tem como objetivo facilitar a vida do colaborador, oferecendo atendimento hospitalar de qualidade para todos os colaboradores de uma empresa. Alguns tipos de convênios também podem oferecer benefícios aos dependentes dos funcionários, desde que eles sejam parentes de até 3º grau ou cônjuges.

A vantagem que a empresa tem ao oferecer o benefício do convênio médico é que, de modo geral, contribui na valorização da equipe, melhora a produtividade de todos os envolvidos, reduz as faltas, reduz o pagamento de impostos e outras situações específicas.

Qual é a cobertura que um plano de saúde empresarial pode oferecer?
Essa dúvida é sempre muito comum entre os funcionários. De modo geral, eles funcionam como qualquer outro convênio e contam com os mesmos benefícios dos planos comuns.

A ANS (Agência Nacional de Saúde) fornece gratuitamente uma lista com todos os procedimentos obrigatórios que devem ser contemplados em um convênio empresarial. Essa listagem leva o nome de Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde e enumera tudo aquilo que deve ser feito por um convênio empresarial.

Em resumo, os procedimentos cobertos por esse tipo de plano incluem consultas comuns, exames laboratoriais e de imagem, internações hospitalares, partos, muitos tratamentos e algumas cirurgias.

 

Mas afinal, o que é a carência em um plano de saúde?

Se essa é a sua grande dúvida, vamos te dar todos os esclarecimentos que você precisa.

Em primeiro lugar, devemos explicar o que é a carência. De modo resumido, ela funciona como um período compreendido entre a contratação do plano e o início das suas atividades para o beneficiário. Em outras palavras, podemos dizer que a carência é o tempo que deve ser aguardado antes que você possa utilizar os serviços do plano, como consultas ou exames. Essa carência precisa existir pois serve como segurança, uma garantia para o servidor do plano. Por exemplo, tem pessoas que decidem contratar um plano apenas porque vai passar por uma cirurgia específica e querem pagar um valor mais em conta nela ou até mesmo conseguir cobertura total e logo depois que não estiver mais precisando, cancelar o convênio, o que prejudicaria o servidor do plano.

 

Convênio empresarial tem carência?

A empresa pode exigir o cumprimento de prazos de carência caso o convênio empresarial tenha menos de 30 beneficiários ou o ingresso nele ocorra após 30 dias da aderência do plano. Esse tipo de prazo depende de cada fornecedora e está sempre sujeito a mudanças,

A seguir, confira os principais prazos estipulados pela ANS (Agência Nacional de Saúde) e que abrangem a maioria das exceções dos planos de saúde empresariais:

  • Partos programados, sejam eles normais, sejam pelo método cesariana (excluindo, obviamente, partos emergenciais ou prematuros) devem aguardar o período de 300 dias para a realização após a contratação;
  • Casos de urgência, acidentes pessoais ou complicações no processo gestacional, e emergência, risco imediato à vida ou lesões irreparáveis precisam aguardar apenas 24 horas após a contratação do plano de saúde;
  • Doenças e lesões preexistentes (denominação dada para quando o contratante do plano de saúde já conhecia a enfermidade antes da contratação) precisam aguardar 24 meses para utilizar o convênio.

Nas demais situações, o tempo médio a ser aguardado após a contratação do plano de saúde é de cerca de 180 dias. Por isso, é imprescindível ler o contrato com atenção, inclusive certos pontos, como os que dizem respeito à carência. Essa informação é de extrema importância e evita conflitos, possibilitando o planejamento adequado de todos.

Como podemos perceber, deve ser levado em consideração esse ponto da carência na hora da contratação de um plano empresarial. Você deve estar atento e se informar com antecedência para evitar problemas futuros, como os de prazos, que pode variar de acordo com o plano, e os pontos específicos do contrato.

Ainda tem dúvidas? Então, entre em contato conosco, nós podemos te ajudar!

Clique aqui  e saiba mais sobre os convênios empresariais:

Continue a ler

Seguro Viagem? Saiba Mais Sobre Esse Assunto

Chegou o momento de relaxar, dar um tempo do trabalho, esquecer os problemas e curtir momentos incríveis com a família e com quem amamos estar. Sim! Finalmente chegou a tão esperada férias. Nesse período muitas pessoas costumam programar-se para viajar e ao planejar uma viagem, não podemos pensar somente na organização dela, passeios e roteiros desejáveis. Para que tudo saia como planejado, devemos também nos preparar para evitar qualquer imprevisto desagradável que possa acontecer e estragar o passeio. Por isso, o investimento em um seguro viagem pode ser fundamental nessa hora. Se você não sabe qual a importância dele, esse post é para você.

 

O que é um seguro viagem?

Quando pensamos em viagem pensamos em descanso, tranquilidade, diversão e com certeza não esperamos passar por momentos de insegurança e situações constrangedoras, não é mesmo? É nessa hora que entram os seguros viagem para locais dentro e fora do país. Em poucas palavras, ele é um serviço específico para oferecer suporte durante toda a viagem, para solucionar problemas, dentre os mais comuns, como o extravio da bagagem, perda de documentos, confusões com passagens e saúde dos viajantes.

 

Como funciona o seguro viagem?

Em alguns casos, a sua contratação pode ser obrigatório, em outros, pode ser facultativa, porém é sempre recomendada. O seguro viagem pode funcionar de diversas maneiras, além de lidar com situações comuns em viagens, ele é fundamental para garantir a saúde de toda a família durante todo o passeio, pois infelizmente, acidentes e mal-estar acontecem e não escolhem bons momentos para aparecer.

A vantagem de ter um seguro viagem nesse momento é que, se caso alguém da família adoeça, não será preciso cancelar a viagem e voltar para a casa antecipadamente, pois os viajantes terão todo o atendimento e assistência necessária para lidar com essa situação e dar continuidade às férias.

 

Os principais benefícios de um seguro viagem são:

  • Mais segurança, como já citamos acima;

 

  • Mais tranquilidade – aproveitando todo o suporte necessário durante a viagem;

 

  • Economia – preço acessível com um ótimo custo-benefício, tanto em viagens nacionais, como nas internacionais.

 

 

Principais tipos de cobertura que um seguro viagem oferece:

  • Casos de Acidente;

 

  • Doenças súbitas;

 

  • Atendimento médico hospitalar;

 

  • Atendimento odontológico;

 

  • doenças agudas (ou seja, que aparecem com uma alta intensidade);

 

  • Translado do corpo em caso de falecimento.

 

 

Assim como qualquer outro plano convencional, a cobertura de cada seguro depende de uma série de fatores e é necessário avaliar qual será o mais viável de acordo com a sua necessidade.

 

Continue a ler

Como funciona a rede credenciada de um plano de saúde?

Para decidir qual plano escolher, alguns pontos como área de cobertura e quais
hospitais, médicos ou consultórios estarão disponíveis, fazem a avaliação ser seguida pela necessidade e utilidade.

Existem dois tipos de redes, as credenciadas e as próprias, quando a rede é própria o local é de propriedade da operadora, fazendo assim que o hospital, consultório, laboratório e médicos sejam da sua própria rede, já a rede credenciada é quando o serviço pode ser terceirizado ou conveniado, dessa forma o plano é mais abrangente geograficamente.

As redes credenciadas tem o dever de sempre manterem atualizadas as informações sobre os serviços e localidades, assim como alterações no plano que podem acontecer a qualquer momento. O mais seguro a se fazer quando for viajar e estiver em dúvida sobre a cobertura do local é verificar com a própria operadora ou averiguar se o destino já exige um seguro de viagem.

Continue a ler

Dia Mundial Do Doador De Sangue

O Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado no dia 14 de julho a cada ano. A data serve para conscientizar a população a fazer doações de sangue frequentemente, pois esse ato é responsável pela salvação de muitas vidas. Além disso, a data é uma oportunidade de agradecer, em um dia especial, a todos os doadores voluntários e não remunerados. Especialistas declaram que cada doação pode salvar até 3 vidas. Além disso, de acordo com o regime CLT, o trabalhador tem direito de tirar uma folga no ano para doar sangue.

A data foi criada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em 2014 e foi escolhida em homenagem ao Karl Landsteiner, um imunologista austríaco que nasceu em 14 de julho de 1868. Ele descobriu as diferenças entre os tipos de sangue e o fator Rh, importante antígeno presente no sangue de determinadas pessoas.

Quem pode doar sangue?

Qualquer pessoa que se enquadrar nas principais características abaixo, de acordo com a OMS:

  • Homem ou mulher;
  • Ter acima de 50 quilos;
  • Ter idade mínima de 16 anos e máxima de 69 anos;
  • Não ter Hepatite B, Hepatite C, Doença de Chagas, Sífilis, AIDS (HIV), HTLV;
  • Estar bem alimentado e descansado (ter dormido pelo menos 6 horas na noite anterior);
  • Mulheres grávidas devem esperar entre 90 e 180 dias após o parto;
  • Não doar se estiver gripado, esperar no mínimo 7 dias após a recuperação;
  • Não ter ingerido bebida alcoólica nas 24 horas antecedentes.
  • Após uma doação, mulheres devem esperar 90 dias para fazer novamente; enquanto os homens devem esperar 60 dias.
  • O doador deve portar de um documento oficial de identidade (RG, carteira de trabalho, certificado de reservista ou carteira do conselho profissional)

Foco da Campanha de 2019

A campanha desse ano vem com o sloga “Sangue seguro para todos” visando a saúde universal, que busca sensibilizar a população, engajando mais pessoas em todo o mundo a se tornarem doadoras regulares, o que constitui a pedra angular para criar uma base sólida e estabelecer um suprimento de sangue sustentável em nível nacional, que permita atender às necessidades de transfusão de todos.

Continue a ler

Preparações: atendimento urgente ou emergencial, qual a diferença?

Quando planejamos a gestação, a preparação se torna primordial, nós já falamos aqui sobre O que levar na mala da maternidade e Regras para partos em planos de saúde, mas você sabe qual a diferença entre urgência e emergência na gestação? Separamos as maiores dúvidas e exemplos para a preparação começar!

Primeiro, vamos as diferenças entre cada um:

Urgência
Durante a gravidez diversas complicações podem surgir, elas afetam tanto a mulher como o feto, entre os problemas estão: diabetes, sangramentos, descolamento da placenta, entre outros. Os atendimento na urgência são feitos exatamente por situações resultantes de complicações gestacionais ou acidentes pessoais (quedas etc).

 

Emergência
O atendimento é feito caso há risco de vida iminente ou lesões não reparáveis.

 

Sintomas de Urgência ou Emergência
Apenas um especialista da área poderá avaliar a paciente para dizer se é uma urgência ou emergência, por isso listamos alguns sintomas que indicam a necessidade de procurar ajuda médica: alteração repentina na frequência cardíaca, dificuldade para respirar, desmaios, convulsões, hemorragias, perda de consciência, sangramento, contrações intensas, infecções generalizadas e vômitos incontroláveis.

 

Carências relacionadas à emergência ou urgência
Todos os contratos, mesmo aqueles que possuem carências, devem ser resguardados integralmente a partir das primeiras 24h de vigência do contrato, quando a solicitação é proveniente de acidentes pessoais. Em outros casos, a gestante terá direito ao atendimento sem custos adicionais apenas durante as primeiras 12 horas em que estiver no pronto-atendimento. Isso significa que o plano de saúde não cobrirá as despesas se for necessário qualquer outro tipo de assistência relacionada aos recursos exclusivos de uma cobertura hospitalar. Caso isso aconteça e a gestante não tenha condições de custear os procedimentos, o plano de saúde será responsável por levá-la a um hospital da rede pública (isso é o que as operadoras chamam de “remoção”). Isto é, além de disponibilizar uma ambulância para transporte, a mesma deverá conter todos os equipamentos para garantir que o paciente esteja seguro.Pode acontecer de o paciente (ou seus responsáveis) optarem pelo atendimento em outro hospital particular (seja ele do plano ou não). Neste caso, a operadora não será responsável pela transferência.

 

Recursos exclusivos da cobertura hospitalar
Este item inclui a utilização da estrutura do hospital por mais de 12 horas e para internações em geral (leito, UTI). Em período de carência a utilização dos recursos exclusivos da cobertura hospitalar serão permitidos apenas para casos de acidentes pessoais.

 

 

Procedimentos que necessitam recursos exclusivos da cobertura hospitalar
Os procedimentos relacionados à gestação que necessitam de recursos exclusivos de uma cobertura hospitalar incluem o parto (cesárea ou normal), curetagem após aborto, cerclagem do colo do útero (procedimento para manter o útero fechado até o fim da gravidez), cirurgia para gravidez anormal, tratamento de intercorrências clínicas da gestação.
E agora, se sente preparada para a gestação? Conte com a Camp-Med Saúde para maiores informações sobre os planos!

 

 

Ligue para (19) 3243-8114
rçamento online https://campmedsaude.com.br/orcamento-online/
Ou mande um e-mail para comercial@campmedsaude.com.br

Continue a ler

Faça Pilates – O equilíbrio completo entre saúde e bem-estar

Pilates é uma combinação de exercícios físicos que utiliza a mente como estímulo para conduzir o corpo, fortalecendo a sua musculatura e dando maior flexibilidade. Por ser um exercício individual, alguns médicos consideram o pilates como uma forma de terapia. Isso porque seus benefícios são múltiplos para a saúde e bem-estar.
Hoje em dia existem diversos tipos e estilos de Pilates, porém os mais comuns e mais conhecidos são o Pilates de solo e o Pilates com aparelhos.

O pilates pode ser praticado por qualquer pessoa que deseje experimentar esse tipo de atividade física. Ele pode ser indicado e, é um ótimo aliado, para aquelas pessoas com problemas articulares, lesões e outros problemas de saúde. Além disso, o pilates é adequado para todas as idades, isso porque não é uma atividade agressiva para o corpo. Para as grávidas, inclusive, é um exercício bastante indicado, já que ajuda a melhorar a saúde mental e reduzir as dores do período.

Conheça alguns benefícios do método Pilates:

Flexibilidade: a maioria dos exercícios tratam o corpo de forma global, dessa forma, as articulações também são estimuladas, fazendo com que o corpo de torne mais flexível com o tempo.

Fortalecimento Muscular: além da flexibilidade, os exercícios trabalham com a força e contração dos músculos, dessa maneira eles ficam mais fortes e tonificados, o que contribui também para a redução de medidas.

Melhora do condicionamento físico e mental: o pilates é uma atividade física dinâmica e mais divertida se comparado a uma academia, por exemplo. Ele tem como foco principal a postura, a elasticidade e respiração como um todo. Isso ajuda a acalmar a mente e relaxar mais o ritmo da rotina.

Corrige a postura: os exercícios aplicados podem aliviar dores nas costas, melhorando a consciência corporal.

Alívio de dores crônicas e tensões: o pilates é capaz de ajudar na redução de estresse. Isso porque na hora de realizar um movimento o foco é a respiração e concentração na execução correta do exercício. Além disso, o ambiente ajuda muito a relaxar a mente, já que geralmente é realizado em salas tranquilas, com som ambiente agradável e calmo.

O Pilates pode trazer esses e outros diversos benefícios para a saúde e o bem-estar. Os movimentos esculpem o Corpo e proporcionam saúde, paz e serenidade.

Está na dúvida, se pode fazer ou não fazer Pilates?
Consulte seu médico.

Ainda não tem um convênio? A Camp-Med pode te ajudar!

Ligue para (19) 3243-8114
Orçamento online https://campmedsaude.com.br/orcamento-online/
Ou mande um e-mail para comercial@campmedsaude.com.br

Continue a ler

Pesquisa