TESTE

Blog

HomeNotícias e DicasA Importância do Check-Up Para As Mulheres

A Importância do Check-Up Para As Mulheres

Cada ciclo da vida tem suas particularidades e exige atenção especial em alguns pontos para se manter com a saúde em dia. As mulheres atravessam períodos diferentes ao longo da vida, o que requer, além dos exames ginecológicos de rotina, elas devem ficar atentas a quaisquer alterações que surjam no seu corpo. Por isso é importante realizar o check-up geral periódico, sempre é bom lembrar, principalmente a pedido médico.

Estes cuidados são básicos para precaver doenças e também para diagnosticar eventuais patologias, como o câncer de mama que aumenta as chances de realizar o tratamento com sucesso. Lembrando que varia com cada faixa etária da mulher.

Faixas etárias e seus check-ups

Jovens com menos de 20 anos, são norteadas a fazer exames laboratoriais e sorologias que incluem entre outros, hemograma completo e teste para identificar hepatite, sífilis e Aids. Ao mesmo tempo, realizam ultrassom pélvico, transvaginal e Papanicolau para averiguar a existência de clamídia, sendo analisada como uma das doenças sexualmente transmissível mais comum e uma das principais causas de infertilidade quando não tratada.

Logo, as mulheres entre 20 e 30 anos fazem todos esses testes e mais uma ultrassonografia de mamas, a partir dessa idade é muito importante começar o controle do câncer de mama.

Dentre os 31 e 40 anos, o check-up inclui ainda ultrassonografia da glândula tireoide e pesquisas para identificar o vírus HPV.

Dos 41 aos 50 anos, na bateria de exames é acrescentada a mamografia, fundamental nessa faixa etária para complementar a investigação sobre câncer de mama.

Na faixa dos 51 aos 60 anos e acima de 60 anos, o check-up contempla também a densitometria óssea, que ajuda a diagnosticar a osteoporose.

Saúde geral da mulher

O check-up feminino é uma avaliação ampla que varia de mulher para mulher, de acordo com sua fase que está sendo vivida e também tratado mediante os objetivos a serem alcançados, que sempre gira em torno da qualidade de vida e da sobrevivência da mulher.

O conceito de saúde definido pela Organização Mundial da Saúde, é um estado de completo bem-estar físico, mental e não somente a ausência de doenças. A maior parte da sociedade quando se fala de saúde e qualidade de vida se esquece, por exemplo, da saúde mental e emocional.

A atividade física também faz parte das atitudes que são necessárias para que a mulher conserve sua saúde em dia, como um todo, garantindo uma melhor qualidade de vida e maior longevidade.

No mundo contemporâneo onde desde muito jovens as mulheres assumem uma rede de compromissos entre trabalho, estudo, família e entretenimento, é comum ouvir o discurso que justifica a vida sedentária: “a falta de tempo”. Podemos ressaltar que pessoas ativas são mais autoconfiantes, menos deprimidas e estressadas, apresentam maior vigor físico resistindo mais às doenças, mantém um peso dentro da normalidade e apresentam uma pressão arterial e frequência cardíaca em níveis mais baixos que uma pessoa sedentária. Além disso, pessoa ativa tem maior volume de oxigênio pulmonar, o que facilita suportar atividades de longa duração com mais facilidade, melhora a postura e combate os maus hábitos.

Portanto, não deixe a sua saúde de lado! Mantenha seus exames de rotina e suas consultas marcadas. Essas consultas e exames podem ter um custo bem elevado para aquelas que possui um convênio médico. Por isso, é importante ter um plano de saúde para manter a mesma em dia.

Aqui nos temos os melhores planos com valores acessíveis de acordo com a sua necessidade.

 

Faça agora uma cotação.

Written by

The author didnt add any Information to his profile yet

Leave a Comment

Pesquisa