TESTE

Blog

Depresão

HomeNotícias e DicasDia Mundial da Saúde

Dia Mundial da Saúde

Fundada em 1948 a Organização Mundial da Saúde comemora no dia 07 de abril o dia internacional da saúde. A cada ano, a OMS aproveita a ocasião para fomentar a consciência dobre alguns temas chave relacionados com a saúde mundial, organizando eventos a nível internacional, regional e local para promover o tema escolhido em matéria de saúde.

Ao longo dos seus 60 anos, a OMS enfrentou vários desafios da saúde pública que se foram colocando aio homem e ao mundo, concretamente, a luta contra certas doenças, como a tuberculose, o tétano, a poliomielite, o HIV, a luta contra o tabaco.

Esse ano o tema da campanha é depressão, transtorno que pode afetar pessoas de qualquer idade em qualquer etapa da vida. Com o lema “Let’s talk”, a iniciativa tem como objetivo reforçar que existem formas de prevenir a depressão e também de trata-la, considerando que ela pode levar a graves consequências;

 

PRINCIPAIS FATOS

A depressão é um transtorno metal frequente. Estima-se globalmente que 350 milhões de pessoas de todas as idades sofrem com esse transtorno. Hoje em dia, a depressão é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e contribui de forma muito importante para a carga global de doenças. Mais mulheres são afetadas pela depressão que homens. Existem vários tratamentos eficazes para a doença.
A doença pode causar a pessoa afetada um grande sofrimento e disfunção no trabalho, na escola ou no meio familiar. Na pior das hipóteses, a depressão pode levar a pessoa ao suicídio. Embora existam tratamentos, menos da metade dos afetados no mundo recebem tais tratamento. Os obstáculos ao tratamento eficaz incluem a falta de recursos, a falta de profissionais treinados e o estigma social associado aos transtornos mentais.

 

TIPOS E SINTOMAS

Um episódio depressivo pode ser categorizado como leve, moderado ou grave, a depender da intensidade dos sintomas. Um indivíduo com episódios leves terá alguma dificuldade em continuar um trabalho simples e atividades sociais, mas provavelmente sem grande prejuízo no funcionamento global. Já um episódio depressivo grave, é improvável que a pessoa afetada possa continuar com atividades sociais, de trabalho ou domésticas.

Muitas pessoas com depressão também sofrem com sintomas como ansiedade, distúrbios de sono e de apetite e podem ter sentimentos de culpa ou baixa autoestima e falta de concentração.

A depressão resulta de uma complexa interação de fatores sociais, psicológicos e biológicos. Pessoas que passaram por eventos adversos durante a vida (desemprego, luto, trauma psicológico) são mais propensas a desenvolver depressão. A depressão pode, por sua vez, levar mais estresse a disfunção e piorar a situação de vida da pessoa afetada e o transtorno em si.

 

RESPOSTA DA OMS

A depressão é uma das condições prioritárias cobertas pelo Mental Health Gap Action Programme (mhGAP) da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O programa visa a ajudar os países a aumentar os serviços prestados às pessoas com transtornos mentais, neurológicos e de uso de substâncias, por meio de cuidados providos por profissionais de saúde que não são especialistas em saúde mental.

A iniciativa defende que, com cuidados adequados, assistência psicossocial e medicação, dezenas de milhões de pessoas com transtornos mentais, incluindo depressão, poderiam começar a levar uma vida normal — mesmo quando os recursos são escassos.

 

fonte: nacoesunidas.org e freepik

 

 

Written by

The author didnt add any Information to his profile yet

Leave a Comment

Pesquisa